Sobre nós

Porquê   Existimos?

Existimos porque acreditamos que muitas mulheres e raparigas ainda precisam usufruir de seus Direitos Básicos, entre quais o acesso a educação como via de se libertarem, por isso propomo-nos a ser a Lanterna da Mulher e Rapariga na Educação.

A AMME é uma (ONG) nacional sem fins lucrativos com a sede em Quelimane- Zambézia. Tem 132 membros em (8) nos Distritos onde está representada, nomeadamente: Alto-Molócue, Gilé, Gurué, Ile, Mocuba, Namarroi, Nicoadala e Quelimane. Realiza actividades nos Distritos de Mopeia, Mocuba, Mocubela, Milange, Gurué, Gilé, Quelimane e Pebane, locais onde a AMME tem projectos de média e longa duração.

Historial

Em 1997, um grupo de docentes baseados na Zambézia, preocupados em advocar para a solução dos problemas das Mulheres Docentes na Educação, cria e estabelece na Zambézia,a AMME na altura uma Organização de Ambito Nacional. Nesse momento, sob umbrella sectorial da Direcção Provincial de Educação e Cultura da Zambézia. A AMME-Zambézia tinha 15 membros e era chefiada por uma coordenadora adjunta a partir de Maputo. Durante 21 anos a AMME ganhou visibilidade, prestígio e reconhecimento pelas entidades governamentais e comunitárias na promoção e empoderamento das mulheres e raparigas.

Nossos Beneficiários

Os beneficiários directos da AMME são a mulher e rapariga no sector da educação.

Nossos Grupos Alvo

Os Grupos-alvo compreendem provedores de serviços que integram o mecanismo integrado de atendimento às sobreviventes da Violência Baseada no Género e Sistemas Comunitários nomeadamente (Conselhos de Escola, Tribunais Comunitários, Líderes Locais e Matronas) com impacto nos direitos da mulher e rapariga.

Missão

Liderar a luta pela promoção e protecção dos direitos das mulheres e raparigas através de capacitações, mobilização comunitária e advocacia para uma maior equidade de género no sector da educação.

Visão

Um País onde o sector da educação promove mudanças na sociedade para que mulheres e raparigas vivam plenamente a justiça de género.

Valores

Respeito pelos direitos da mulher e rapariga – Apartidarismo – Transparência – Integridade – Cometimento/responsabilidade.


Nossos Programas

Mulher e rapariga na educação

Divulgamos leis, regulamentos para que mulher e rapariga no sector de educação conheçam seus direitos. Asseguramos o ingresso e permanência delas até ao fim do ciclo de ensino, a

Leia mais

Serviços e sistemas comunitários

Melhorar a articulação dos provedores dos serviços para mulheres e raparigas no sector de Educação através de Revitalização dos Centros de Atendimento Integrado (CAIs), Consel

Leia mais

Advocacia e monitoria de políticas públicas

Advogamos para a reforma da legislação que restringe os direitos da mulher e rapariga na educação com Acções e campanhas contra uniões forçadas, violência sexual, particularm

Leia mais

Sustentabilidade Organizacional

A visibilidade dos nossos serviços é feita através de uma estratégia de comunicação interna e externa, incluindo o marketing junto dos seus actuais e potenciais parceiros. Temos

Leia mais

Desenv. da capacidade organizacional e institucional

A visibilidade dos nossos serviços é feita através de uma estratégia de comunicação interna e externa, incluindo o marketing junto dos seus actuais e potenciais parceiros. Temos

Leia mais

Projectos Sociais

Programa AGIR

“Por uma Cidadania Activa” A AMME tem um acordo de

Leia mais

Projecto FCC

FCC-Forca Comunidade e as Crianças DREAMS- Determinada

Leia mais

Projecto Aprender-Brincando

PROJECTO APRENDER-BRINCANDO O Projecto Aprendendo Brinc

Leia mais

Projecto PLD

PROGRAMA LOCAL DE DIREITOS O Programa local de Direito

Leia mais


Lanterna da mulher e da rapariga na educação

NOSSOS PARCEIROS

Parceiros de Implementação


A AMME estabelece relações construtivas e de confiança com o Governo – Direcção Provincial de Educação e Desenvolvimento Humano da Zambézia/ Serviços Distritais de Educação Juventude e Tecnologia.


Estamos em Redes e Plataformas

Estamos em Plataformas Multi-sectoriais e Redes de Protecção dos Direitos da Mulher e Rapariga.

- Movimento de Educação Para Todos (MEPT),
- Fórum de Educação da Zambézia (FEDUZA),
- Fórum da Sociedade Civil para os Direitos da Criança (ROSC),
- Núcleo das Associações Femininas da Zambézia (NAFEZA),
- Liga dos Direitos da Criança (LDC).